Um jovem tranca sua namorada e a bate até ela sangrar – Porém um rápido impulso salva sua vida

0
250

COMPARTILHE

As pessoas que maltratam outras pessoas devem estar presas. Não há desculpa para justificar a violência contra outra pessoa.

Infelizmente, vemos muitos casos de maus tratos de homens a mulheres, e é um problema que a sociedade ainda não conseguiu se livrar. Em muitos casos, as mulheres morrem nas mãos de seus agressores. As vítimas muitas vezes denunciam seus agressores, mas a polícia e a sociedade nem sempre respondem da maneira mais apropriada.

Kelsie Skillen é uma garota de 19 anos de Glasgow (Reino Unido) que quase morreu nas mãos de seu namorado, James McCourt.

Kelsie não tinha ideia de quão agressivo seu namorado poderia ser, mas uma tarde, a raiva se apoderou de James e ele trancou Kelsie e a torturou por horas.

Não está claro se James havia mostrado sinais de abuso antes, mas aplicar tanta violência, quase matando ela, não pode sair do nada.

Normalmente, pessoas que agridem desse jeito geralmente mostram comportamentos como sendo muito controladores e tentando limitar o contato com seus amigos e familiares.

Naquela tarde, James se irritou quando voltavam de uma festa e sua raiva aumentou.

Começou a se aborrecer com Kelsie porque havia se esquecido da jaqueta e começou a gritar com ela. Kelsie se recusou a dar-lhe um cigarro, e James perdeu o controle, escreve o jornal britânico The Mirror.

“Ele disse que era minha culpa”, diz Kelsie e continua:

“Eu tinha deixado sua jaqueta, em seguida, ele mudou, e me atacou”.

James a manteve como refém por quatro horas. Ela não sabia se eu iria  sobreviver. James desligou o roteador da internet, escondeu o telefone e tomou todas as precauções para que ela não pudesse sair da casa.

Em um segundo, Kelsie ficou caída no chão. James pôs o joelho em seu peito e a golpeou várias vezes.

James a atingiu, gritou e a ameaçou.

Kelsie tentava pensar, como ela iria salvar sua vida. Tinha que pensar com a lógica dele. Ela disse a ele que suas ações teriam consequências.

Ela perguntou várias vezes: “Isso vale a pena? Vale a pena correr o risco de ir para a prisão?”.

Sua resposta era sempre tão fria: “Não me importo se eu acabe na prisão se você acabar morta”.

James deixou de ser uma pessoa para se tornar um monstro. Ele a atingiu até que ela ficou inconsciente. Não achava que iria sobreviver.

Quando James foi ao banheiro, depois de quatro horas de violência, ela sabia que era sua chance. James não ia conseguir mata-la.

Com a pouca energia que lhe restava, Kelsie conseguiu chegar ao seu iPad. Conseguiu pegar um cabo e conectar à internet.

Ela contatou sua mãe, que respondeu imediatamente.

A mãe de Kelsie reagiu imediatamente e correu para o lugar, e James saiu correndo. Depois foi preso e condenado a 21 meses de prisão por tudo o que fez com Kelsie.

Kelsie mostrou a força e a coragem que ela tinha no meio de um pesadelo tão terrível.

Ela nunca vai esquecer o que seu ex-namorado fez com ela, mas ela é uma das sortudas que sobreviveram ao abuso e poder conta-lo.

Kelsie agora usa sua experiência para alertar os outros sobre a importância de se afastar de um relacionamento em que há abuso e controle. Compartilhe para ajudá-lo a espalhar sua mensagem!