Mulher que toma cerveja é mais feliz e têm menos chances de infartar , diz estudo cientifico

70124

A cerveja pode ser boa a saúde se apreciada com moderação e  pode fazer ainda melhor as mulheres contra o risco de infartos.

Esta é a resposta de um estudo da Sahlgrenska Academy, centro de pesquisas da Universidade de Gothenburg na Suécia.

Segundo os estudiosos, as mulheres que consomem cerveja uma ou duas vezes por semana, têm 30% a menos de chances de infartar se comparada às que não tomam nada. Isso porque durante o momento em que se degustando uma cerveja, geralmente a mulher esta escutando uma boa musica romântica ou alegre, colocando o papo em dia, trocando informações sobre beleza, viagens, sonhos, fantasias amorosas e etc… Elas liberam a substancia responsável pela sensação de alegria e bem estar, a serotonina, esquecendo dos estresses do dia a dia se entregando a momentos de relaxamento e prazer.

 

Outro dado também importante no estudo, é que cerca de 85% das mulheres que tomavam cerveja, se sentiam mais felizes em relação a outras mulheres da mesma faixa etária e do mesmo estilo de vida que não ingeriram a bebida. Isso também influencia contra doenças do coração. Essas mulheres reagem a pressão e ao stress com mais bom humor, evitando tensão nervosa.

Não entendeu nada até Aqui ? Continue lendo que te explico melhor abaixo

SEGUNDO UM NOVO ESTUDO, CASAIS QUE TÊM OS MESMOS HÁBITOS DE CONSUMO DE BEBIDA ALCOÓLICA SÃO MAIS PROPENSOS A TER UM RELACIONAMENTO MAIS FELIZ

Os resultados mostraram que casais que tinham os mesmos hábitos de consumo de bebida alcoólica tendiam a ser mais felizes do que aqueles em que apenas um dos parceiros costumava beber. No grupo em que havia a diferença, o casal estava mais propenso a enfrentar problemas de relacionamento.

Conclusão:  se voce esta lendo isso, é sinal que veio só dar uma olhada, com intenção de ter uma desculpa pronta para poder beber a vontade.

Bora beber?? Quer saber a verdade? Penso que a bebida só faz mal se tu deixar ela te beber. Sugiro que sim beba, mas que o faça com moderação, pois tudo em excesso é prejudicial.