Day McCarthy Admite Ser Racista E Afirma: “Não Consigo Controlar”

572

Polêmica Day McCarthy revelou que não pretende pedir desculpas a Bruno Gagliasso e a Giovanna Ewbank por ter atacado Titi, filha do casal, no fim de novembro.

“Eu quero sentar e ter uma conversa comigo mesma e me arrepender; não quero ser falsa”, disse a socialite em entrevista dada a Roberto Cabrini, que irá ao ar domingo (17/12), no “Retrospectiva 2017” (SBT).

Além disso, ela afirmou que pretende procurar ajuda psicológica.

Nascida Dayane Alcântara Couto de Andrade, Day xingou Titi, de 4 anos, de “macaca” nas redes sociais, incentivando que os internautas não a achem bela. Sobre o insulto à garota, a mulher, de 28 anos, diz querer pedir desculpas a ela.

“Não queria que [Titi] crescesse e se sentisse mal por ser negra ou pelas ofensas que eu falei contra ela”.

Na entrevista, Dayane, que já atacou outros filhos de famosos na internet, assume ser racista.

“Eu sei que estou errada. Sei que sou racista, mas é uma coisa que eu não posso controlar”, diz. Sobre ajuda profissional, a mulher, denunciada por Bruno Gagliasso um dia após o crime, admite que quer entender o que se passa em sua cabeça.