Lembra dele ? Maniaco do Parque Triste e abatido desabafa Medo de ser infectado pelo Covid-19 e morrer na prisão

0
6
COMPARTILHE AGORA!!

Na prisão, o criminoso tem medo de que possa ser infectado pela Covid-19.

Francisco de Assis Pereira ficou conhecido no país inteiro como Maníaco do Parque, mas hoje, aos 52 anos de idade, ele está preso na Penitenciária de Iaras, interior de São Paulo e passa boa parte do tempo fazendo tricô e crochê.

De acordo com uma reportagem do UOL, os agentes penitenciários contaram que Francisco fica por muitas horas sozinho no pátio do Pavilhão 3, sempre quieto, cabisbaixo, sem interagir com os demais presos.

O Maníaco do Parque hoje fica bordando alguns tapetes e também toalhas para banheiros. E é graças a este trabalho que ele vinha conseguindo ganhar algum dinheiro, vendendo os artesanatos para familiares dos outros presos.

Só que com a chegada desta pandemia causada pelo coronavírus, as visitas ao presídio foram suspensas, mesmo assim o preso continua fazendo tricô e crochê, na esperança de que quando tudo isso acabar e a vida voltar ao normal, ele possa continuar vendendo seus artigos às pessoas que vão visitar os presos.

Mas no início desse ano, Francisco estava trabalhando na produção de sapatilhas e roupas para bailarinos, a oficina funcionava na unidade prisional, mas precisou encerrar os serviços por causa da pandemia.

Para não ficar sem produzir, o Maníaco do Parque resolveu recorrer ao artesanato e com isso continua trabalhando e esperando que as coisas se normalizem um dia.

Os funcionários da unidade prisional disseram que Francisco não tem amigos, é extremamente discreto e prefere ficar quase que o tempo todo isolado. Ele lê a Bíblia diariamente, frequenta o culto evangélico semanalmente e com os braços erguidos faz suas orações em voz baixa.

Por ser sedentário, Francisco ficou obeso e pesa cerca de 100kg. O medo dele agora é de contrair Covid-19.

COMPARTILHE AGORA!!