Homem escala parede de hospital para se despedir da mãe com COVID-19 e fotos causam comoção

0
131
COMPARTILHE AGORA!!

Na palestina, um jovem foi flagrado escalando a parede do hospital para acompanhar o quadro da mãe infectada por coronavírus. Segundo informações da rede Al Jazeera, Jihad visitou a mãe, de 73 anos, pela janela do quarto do hospital todos os dias até a data da morte dela, ocorrida em 16 de julho.

Cada vítima da pandemia é o amor da vida de alguém. Não podemos normalizar isso. Não dá pra dizer que são “só idosos”. O “novo normal” não pode ser mais de mil mortes por dia.

A pandemia do novo coronavírus afetou o mundo inteiro, a rotina foi completamente mudada, hoje as pessoas que não querem se contaminar com o vírus, usam mascara ao sair na rua, evitam aglomerações, usam álcool gel e lavam as mãos sempre que possível.

Essas são as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) paraa evitar o contágio em massa, visto que a doença ainda não tem um tratamento ou uma vacina

 

Nesta terça-feira, 21 de julho, uma notícia viralizou em todas as redes sociais, isso porque um homem identificado como Jihad Al-Suwaiti, 30 anos, foi visto escalando a parede de um hospital. Ele é palestino, o hospital fica em na cidade de Hebron, na Cisjordânia. O motivo é que ele queria se despedir da sua mãe Rasmi Suwaiti, de 73 anos, que estava internada com a covid-19.

Sem conseguir entrar no local para evitar se contaminar, o único jeito foi escalar as paredes do hospital e ficar pelo lado de fora da janela olhando para sua mãe e se despedindo dela.

Nenhuma descrição de foto disponível.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

De acordo com a rede Al Jazeera, Jihad visitou a mãe pela janela do quarto do hospital durante os cinco dias de internação. No ultimo dia 16 de julho, ele soube da triste notícia que sua mãe havia falecido. A mãe dele lutava contra uma leucemia e foi diagnosticada também com o novo coronavírus.

Quando a palestina Rasmi Suwaiti, de 73 anos, foi internada por causa da Covid-19, seu filho, Jihad Al-Suwaiti, de 30 anos, passou a visitá-la todos os dias no hospital. Sem poder entrar no local por causa do risco de contaminação, a solução encontrada por Jihad foi escalar a parede até a janela do quarto em que sua mãe estava.

Segundo informações da rede Al Jazeera, Jihad visitou a mãe pela janela do quarto do hospital todos os dias até a data da morte dela, ocorrida em 16 de julho.

A história que tem emocionado internautas nas redes sociais aconteceu na cidade de Beit Awwa, na Cisjordânia. A senhora Rasmi, que também era paciente de câncer, esteve internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Estadual de Hebron.

COMPARTILHE AGORA!!