“Preparem-se para tempos melhores”, alerta o papa Francisco, em entrevista

0
9309
COMPARTILHE AGORA!!

Na quarta-feira da semana santa, dia 8 de abril, o Santo Padre concedeu sua primeira entrevista sobre a crise mundial provocada pela pandemia do Covid-19.

Na entrevista ele se pôs a responder alguns e-mails que foram enviados pelo escritor e jornalista britânico Austen Ivereigh.

O Papa Francisco que está em isolamento social no Vaticano começou dizendo: “Aqui na Casa Santa Marta foram estabelecidos turnos de refeições, fora isso, cada um trabalha de seu escritório ou de seus quartos com as ferramentas digitais, ninguém fica parado.

O chefe espiritual de Roma continua dizendo que passa seu tempo em confinamento, rezando, pensando nas pessoas, e nas consequências de agora e depois por conta desse vírus.

O papa disse ainda que se preocupa com o povo de Deus e busca estar mais perto deles, mesmo a distância.

Reconhecendo que “não é fácil ficar trancado em casa”, ele disse que isso é importante para nos prepararmos para o “depois” da crise:
“Preparem-se para tempos melhores, porque nestes tempos lembrar isso que temos passado nos ajudará. Cuidem-se para um futuro que está por vir. E quando ele chegar, lembrar o que se passou lhes fará bem. Cuide do agora, mas para o amanhã.”

O líder de Roma disse ainda que: “Toda crise é um perigo, mas também é uma oportunidade. É a oportunidade de sair do perigo. Hoje, creio que temos que desacelerar um determinado ritmo de consumo e aprender a compreender e a contemplar a natureza”.

O Papa Francisco encerra mostrando sua solidariedade aos trabalhadores dos serviços essenciais:

“São heróis! Médicos, religiosas, sacerdotes, operários que cumprem com deveres para que a sociedade funcione. Quantos médicos e enfermeiros morreram! Quantos sacerdotes, quantas religiosas morreram! Servindo…”

Fonte: RevistaPazes

Siga o exemplo do Papa Francisco e siga as orientações da OMS.

Fique em Casa!

COMPARTILHE AGORA!!