Jovem assume paternidade da filha de amiga para criança crescer com um pai

0
230
COMPARTILHE AGORA!!

Infelizmente hoje é muito comum crianças crescerem sem a companhia de um pai, uma vez que muitas delas são criadas somente pelas mães, avós, tias, irmãos, primos ou até amigos da família, porém nunca chegam a conhecer o pai biológico de verdade.

A falta de um pai na vida de uma criança pode trazer alguns traumas psicológicos que precisam ser acompanhados e tratados por profissionais da área. Pois pode haver prejuízos na construção de seu emocional ou até em como ela vai se relacionar com o mundo.

A história que será mostrada nesse artigo mostra o quanto um amigo pode desempenhar esse papel importante na vida de uma criança que foi negada pelo próprio pai biológico.

A menina Ana Flor, de apenas dois anos de idade, é filha de Brunna. O pai dela nunca foi presente em sua vida, causando feridas em seu coraçãozinho e muita tristeza para ela. Porém, ela encontrou uma pessoa muito especial que vai preencher esse vazio em sua vida: o melhor amigo de sua mãe.

Brunna é muito amiga de Amanda, que é noiva de Raphael, que é extremamente apaixonado por crianças e que ficou tocado com a história da menina. Ele ganhou o título de pai da filha da amiga de sua noiva, assumindo assim a paternidade dela.

“Eu frequentava bastante a casa da Brunna porque ela é muito amiga da Amanda, e brincava muito com a Ana Flor, porque sou apaixonado por criança, até que um dia ela me chamou de pai no meio da sala. Ela me escolheu como seu pai”, disse o rapaz em uma entrevista concedida para o site Razões para Acreditar. Após conversar com a noiva e com Brunna, ele assumiu a paternidade da menina, não só no papel, mas sim na vida dela, fazendo o que um pai de verdade deveria fazer com seus filhos.

 

COMPARTILHE AGORA!!