Entenda por que o seu cachorro ou gato não deveria subir na cama

0
2931
COMPARTILHE AGORA!!

Os animais possuem parasitas e, mesmo que sejam bem tratados, existe risco de contaminação e alergias

Apesar de adorarmos os nossos animais domésticos, é sempre necessário impor alguns limites, até por uma questão de saúde.

Por exemplo, você sabia que é muito importante impedir que os nossos cães ou gatos fiquem em cima da cama ou do sofá?

Afinal, eles têm muitos parasitas, como carrapatos e pulgas, e, por isso, ainda que sejam tratados de forma adequada, sempre podem nos passar algumas doenças, incluindo alergias.

As crianças, os idosos, as pessoas doentes ou quem tem um sistema imunológico mais frágil são aqueles que acabam correndo um maior perigo.

Por outro lado, você também deve evitar beijar na boca dos seus amigos de 4 patas.

Tem bicho que parece gente, domina a casa toda, desde o sofá até a cama, e ignora todo e qualquer limite de espaço. Mas, convenhamos, há quem não resista dormir de conchinha com o cachorro e sente falta quando o gato não vem para a cama durante a noite. Para a relação afetiva entre o pet e o tutor é ótimo, mas resta a dúvida se dormir com cachorro faz mal para a saúde e se é melhor deixar cada um no seu quadrado.

Veja bem, mal não faz, mas é preciso cautela e cuidados com o pet para evitar que os membros da família tenham a saúde prejudicada por doenças transmitidas pelos bichos, como verminoses, alergias, a temida toxoplasmose ou até mesmo pela transmissão de ectoparasitas.

Gato dormindo entre lençóis da cama

Vacinar, vermifugar e manter proteção de pulgas e carrapatos no seu pet, bem como manter sua higiene através de banhos e tosas e levá-lo ao veterinário a qualquer sinal de doença são boas saídas para quem não quer deixar o animal de lado nem na hora de dormir.

Gatos na cama: precauções

Além do fato do seu bichano te acordar porque resolve “amassar pãozinho” ou atacar seu pé de madrugada, um cuidado a ser tomado é manter as unhas do pet cortadas, pois ele pode ter pesadelos e acabar te arranhando.

Cada raça tem uma frequência recomendada de escovação e mantê-la ajuda a diminuir os pelos mortos na cama; outra dica é deixá-lo sobre os lençóis, assim fica mais fácil remover os pelos que caem durante a noite.

Certifique-se também que seu pet fez xixi e coco antes de ir para a cama, evitando imprevistos durante a noite. Talvez seja preciso treiná-lo para que entenda que as brincadeiras acabam na hora de dormir e impor limites no quarto para que ele saiba que a amizade entre vocês não diminui sua liderança na casa.

Caso o mau comportamento permaneça, esqueça a ideia de dormir junto; providencie uma caminha para gatos e deixe que o felino durma nela.

Dormir com cachorro faz mal? Cuidados especiais

Levar o pet para a cama e dormir com o cachorro faz mal se não forem tomados alguns cuidados. O primeiro deles, além de se certificar que ele fez as necessidades antes de dormir e que sua higiene está em dia, é educá-lo para que entenda que a cama é seu espaço, por isso ele não pode rosnar ou tentar morder caso você se mexa durante a noite. Tenha firmeza e use palavras como “assim não!”.

Os cães costumam ser mais espaçosos que os gatos e tendem a se mexer muito, além de roncar e até latir durante a noite. Isso pode interferir negativamente na qualidade do seu sono, e se esse for o caso, é melhor tirá-lo da cama.

Além disso, é um risco dormir com cães de pequeno porte, por serem mais suscetíveis aos seus movimentos durante a noite; você pode machucar o seu pet e até sufoca-lo.

Dormir com cachorro faz mal?

Qual tipo de pelo de cachorro faz mal à saúde

Não existe um tipo de pelo específico que confirme que dormir com cachorro faz mal. Os pets mais peludos, de pelo mais longo ou que soltam mais pelo durante qualquer época do ano (como golden retriever) podem provocar alergia e sujeira com mais frequência que os de pelo curto e duro (como um pinscher ou doberman, por exemplo).

Os pets mais peludos tendem a ter menos queda de pelo ao longo do ano, comparado aos pets de pelo curto. Sendo assim cães de pelo curto por terem queda constante podem desencadear alergias e sujeiras com maior frequência.

COMPARTILHE AGORA!!