Jornalista Gay que sofria bullying na escola se torna o 1º a apresentar o Jornal Nacional

0
37
COMPARTILHE AGORA!!

O Jornal Nacional está em clima de festa, por conta das comemorações do seu aniversário de número 50. Para registrar a importante marca na história da televisão brasileira, o noticiário está fazendo um rodízio de apresentadores, convocando outros âncoras dos noticiários regionais ao reder do país para assumirem a bancada do mais prestigiado jornal do Brasil.

Seguindo a escala, Larissa Pereira e Matheus Ribeiro irão assumir a bancada do noticiário no próximo sábado (09). Um fato inédito diz respeito a intimidade do jornalista. Ele será o primeiro homossexual assumido a comandar o Jornal Nacional em toda a história.

Aos 26 anos, o profissional da imprensa revelou que sentiu medo de assumir suas preferências no início da carreira, sob o temor de que isso pudesse afetá-lo profissionalmente. Todavia, fazendo elogios para a empresa na qual trabalha, a TV Anhanguera, Matheus Ribeiro disse que os seus dirigentes e colegas de trabalho são bastante progressistas quanto a esses assuntos, e priorizaram a competência profissional ao invés de apontarem preconceituosamente condições ligadas ao gênero, por exemplo.

A intimidade do jornalista foi exposta recentemente, quando tornou-se pública a sua relação com o policial militar do estado de Rondônia, Yuri Piazzarollo, Os dois estão juntos há cerca de oito meses, e a notícia veio no momento em que os dois surgiram em uma foto publicada nas redes sociais.

O rapaz alegou ainda que sempre sofreu bullying na escola por ser considerado uma criança obesa. Problemas com a sua autoestima começaram desde cedo, e permanecem até hoje. Agora, na bancada do Jornal Nacional, ele vê como curiosa a situação, desejoso para saber qual será a reação daqueles que o zombavam ao vê-lo comandando o telejornal.

COMPARTILHE AGORA!!