Suspeito de matar Gabriel é preso com roupas íntimas de mulheres e de outras crianças

0
3783
COMPARTILHE AGORA!!

Uma grande reviravolta no caso do menino Gabriel Lopes Coutinhos aconteceu na tarde desta quinta-feira (29). O corpo do garoto foi encontrado morto na última segunda-feira (29) depois de ter ficado por 11 dias desaparecido.

O principal suspeito do crime era o padrasto dele que tinha sido visto com uma criança dentro do carro no mesmo dia do seu desaparecimento. Porém, ele alega que estava levando outra criança que é muito conhecida dessa família.

Só que na tarde desta quinta outra pessoa foi presa, um andarilho que morava dentro de uma toca nas proximidades do crime. O suspeito foi encontrado sem roupas e com uma foice na mão dentro do lugar onde ele mora.

O que mais surpreende neste caso é que o homem, que foi apontado com distúrbios mentais, foi encontrado com diversas peças íntimas de outras mulheres e também roupas de outras crianças.

Caso Gabriel

O menino foi visto pela última vez com vida 11 dias antes de ter sido encontrado sem vida. Quem localizou o corpo do garoto foram alguns pescadores que acionaram o Corpo de Bombeiros e que o levaram para exames no Instituto Médico Legal.

A mãe do menino, Luciana Custódio, foi até o IML para fazer a identificação do corpo e ela reconheceu os pertences do menino: uma correntinha que ela mesmo deu a ele e um calção na cor laranja.

Houve uma grande mobilização para localizar o menino, cães farejadores da capital foram levados para ajudar nas buscas, bem como o helicóptero Águia da Polícia Militar e drones da corporação. Porém, infelizmente o menino foi encontrado sem vida boiando no Rio Ribeira do Iguapé.

COMPARTILHE AGORA!!