Água sanitária com açúcar limpa e remove mofo da roupa! Aprenda esse ‘truque’

0
427
COMPARTILHE AGORA!!

Um litro de água sanitária, uma xícara de açúcar e a mancha de mofo sai da roupa depois de alguns minutos de molho. É este ‘milagre que
prometem diversos videos e perfis que dão dicas para cuidados da
casa pela internet. E mais, alguns dizem que a mistura não mancha
roupas coloridas. VEJA O VÍDEO NO FINAL DA MATÉRIA

O UOL Ciência conversou com especialistas em quimica para entender como isso acontece. E descobriu que eles não recomendam seu uso.

A água sanitária é o nome popular do hipoclorito de sódio (NACIO), um oxidante muito conhecido por sua ação contra bactérias (por isso que
usamos na limpeza do banheiro) e seu efeito alvejante (deixando os panos de chão branquinhos).

Como oxidante, a água sanitária ataca elementos que têm ligação dupla
em sua estrutura, como os fungos. “O fungo mais comum (aspergilus
flavus) tem regiões de sua estrutura com esse tipo de ligação e a água
sanitária funcionaria para reduzir as manchas”, explica o professor de
química teórica Antonio Carlos Pavão, pesquisador da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco).

E o açúcar? O açúcar serviria para diluir a água sanitária. “Ele reduz a
ação da água sanitária, deixando menos concentrado”, esclarece o
professor Luis Geraldo Cardoso dos Santos, do departamento de Engenharia Química e de Alimentos do Instituto Mauá de Tecnologia
Neste caso, a ação do açúcar seria parecida com a da água na hora de
diluir o hipoclorito de sódio.

Aqui começa todo o problema. Para
proteger o corante, como dizem, a mistura “teria que conter um excesso
de açúcar de modo a anular toda a ação oxidante do hipoclorito, o que
no final protegeria tanto o corante como o próprio mofo”, afirma Pavão.
Por outro lado, com açúcar de menos, resta água sanitária na mistura que atacaria tanto o mofo quanto o corante da roupa. “Entretanto, o
poder oxidante da mistura estaria atenuado, o que talvez possa causar
uma impressão de que o corante não foi atacado.”

A mistura parece que “ferve” porque na reação quimica entre a água
sanitária e o açúcar há liberação de gás tóxico, que criam as bolhas no
liquido do molho. Pavão chama a atenção para o risco do gás emitido
que é também liberado quando se mistura água sanitária com vinagre
A mistura é tóxica.”

Mancha a roupa?
Mais diluído do que a água sanitária pura, o composto com açúcar
pode não manchar um tecido com cores, mas isso depende da
concentração e também do tipo de pigmento que tem nas cores do
tecido. A diluição (com água ou com açúcar) não garante que o
procedimento não deixará marcas brancas na peça de roupa
“A água sanitária pode atacar a estrutura de alguns dos pigmentos da
roupa e dissolvê-los, mas a ação depende da composição do pigmento
Há alguns que são mais sensíveis e reagem mais facilmente com a
água sanitária”, explica o professor do Instituto Mauá de Tecnologia
Para saber se o pigmento da roupa vai manchar ou não. O jeito é fazer
um teste em um pedaço pequeno e escondido do tecido com um pouco
de água sanitária diluida em água. Se depois de alguns minutos ficar
manchado, o tecido contém pigmento frágil à ação da água sanitária
Além das possiveis manchas, o uso da água sanitária neste caso
oferece outros problemas. Pavão lembra que o agente oxidante fragiliza as fibras do tecido, o que pode acabar estragando a roupa, e que a reação de hipoclorito com açúcar libera gases tóxicos. “Eu não
recomendo”, alerta o pesquisador da UFPE.

Santos diz que o “truque pode até dar certo, mas recomenda o uso
preferencial de água, sabão para roupas e sol ou de algum produto
industrialmente testado. “As receitas caseiras podem funcionar, mas, em
geral, não são mais eficientes do que os produtos industrializados. Os
produtos foram testados e desenvolvidos para dar as melhores
respostas aos diferentes tipos de sujeira sem causar manchas ou
desgastes na roupa.”

VEJA O VÍDEO ABAIXO E APRENDA ESSE TRUQUE!

COMPARTILHE AGORA!!