Jornalista associa morte de Boechat a Bolsonaro e recebe muitas críticas: ‘você é sujo’

0
127
COMPARTILHE AGORA!!


Segundo afirma o colunista Diogo Marcondes , do site News1, O jornalista Gilberto Dimenstein, dono do site Catraca Livre, causou polêmica nesta segunda-feira (11), após a morte do colega de profissão, Ricardo Boechat, que não resistiu à queda de um helicóptero na cidade de São Paulo.

Dimeinstein usou a morte de Boechat para atacar o presidente Jair Bolsonaro (PSL). O apresentador da Band e BandNews FM era crítico do governo Bolsonaro, mas isso não impediu o presidente de lamentar a perda do profissional.

Em artigo, Dimenstei escreveu que a morte de Boechat será uma grande perda profissional em qualquer momento, mas que era ainda mais na “Era Bolsonaro“. Segundo Dimeinstein, a “Era Bolsonaro” é uma era de ameaça ao jornalismo independente.

No Twitter, o jornalista foi bastante criticado. “Cara, eu tbm não apoio o Bolsonaro, porém é ridículo essa sua postura de fazer politicagem em cima da tragédia de uma família que não é a sua. Ridícula essa sua reportagem para a sociedade e o jornalismo brasileiro“, escreveu um internauta.

Cara, como você é sujo. Tenha respeito“, postou mais uma internauta. “Você é baixo, rastejante“, escreveu um terceiro. “Até agora, nenhuma surpresa. Todos lembram do que Catraca Livre fez quando ocorreu a tragédia com a Chapecoense. Independente das suas posições políticas, o Dimenstein é um canalha, imoral e desonesto“, comentou mais um seguidor.

Em 2016, após queda do avião da Chapecoense, em que morreram mais de 70 pessoas, o Catraca Livre publicou uma série de artigos questionáveis, ensinando, inclusive, a como agir quando se está em um avião em queda. À época, o site foi execrado, segundo informações de Diogo Marcondes do News1

COMPARTILHE AGORA!!