Médico japonês de 105 anos revelou 12 conselhos para viver bem: vale a pena conferir

0
7364
COMPARTILHE AGORA!!

Quando ele nasceu, em 1911, não havia sequer dados compilados sobre pessoas centenárias no Japão. Quando o governo local começou a organizar os números em 1963, eram apenas 153 indivíduos. Hoje, porém, já existem mais de 65 mil japoneses com três dígitos de idade essa porcentagem que já representa 0,05% do total não para de crescer.


A poção da juventude eterna ainda não foi descoberta, mas certamente sabemos que existem muitas maneiras de viver o máximo possível e, acima de tudo, felizes e saudáveis. Algumas delas, foram claramente reveladas por alguém que entende muito bem disso. Estamos falando do Dr. Shigeaki Hinohara, um médico japonês que, entre outras coisas, viveu até 105 anos. Antes de morrer, em 2017, ele escreveu uma lista de bons hábitos que ele acredita que podem nos ajudar a viver mais e a sorrir.

Considere apenas aquilo que merece a sua atenção. O stress é prejudicial para a o corpo e para o espírito, por isso procure evitar preocupar-se com coisas pouco importantes;

Inspire-se – na arte, na poesia, na música. Não deixe essas coisas de lado;

Não seja egoísta com o seu conhecimento. Partilhe com os outros tudo o que aprende, como se fosse um presente;

Planeie sempre as coisas para não ser apanhado de surpresa;

Desligue a mente da dor – deixe de se focar naquilo que o magoa e lhe suga as energias;

Não desvalorize as alegrias diárias. Cuide de si e dos outros à sua volta, aproveitando todos os momentos, por mais pequenos que sejam;

Não pare no primeiro “passo” – numa discussão, procure sempre ouvir versões diferentes para poder ser mais objetivo;

Coma de forma saudável e durma bem – a saúde é uma mercadoria preciosa e não deve ser desperdiçada;

Confie em si próprio. Ser humilde é diferente de não ter autoestima. Não peça ajuda à mínima dificuldade, tente resolver as coisas sozinho;

Não se afeiçoe ao dinheiro, pois ele foi feito para ser gasto. Portanto, não fique deprimido quando tiver os bolsos vazios;

Encontre um modelo de referência – rodeie-se de pessoas que considera melhores que você, e quando tiver dúvidas, aconselhe-se com elas;

Ame o que faz – se tiver um trabalho que gosta, não terá de trabalhar um único dia na sua vida.

COMPARTILHE AGORA!!