Imagens fortes: vídeo mostra momento em que a barragem rompe em Brumadinho

0
212
COMPARTILHE AGORA!!

Uma dor sem fim, lá se vão longos dias desde que aconteceu o rompimento da barragem na mina do Córrego do Feijão em Brumadinho MG. A cidade de pouco mais de 30 mil habitantes continua perplexa diante de tamanha catástrofe onde a dor e o desespero das famílias que enterram seus mortos e aguardam ainda com esperança notícias de seus desaparecidos.


Impossível não se comover com as suplicas das mães pelos seu filhos, das esposas por seus maridos, dos filhos por seus pais. O que não se pode esquecer é que provavelmente este desastre poderia ter sido evitado; saiba mais.

Um vídeo exibido com exclusividade pela Record TV, que foi feito por um dos funcionários da mineração, mostra o exato momento em que a barragem se rompeu, por voltas 12h30, de sexta-feira (25). Nele é possível ver o desespero das pessoas correndo para fugir da lama e dos destroços que ela carregava. Se pode ouvir gritos e o barulho ensurdecedor lama assassina, a poeira vem a frente avisando que algo de muito errado acontecera.

Muitas pessoas corriam sem rumo e sem saber ao certo o que estava realmente acontecendo, mal imaginavam eles, que seriam testemunhas de da maior catástrofe da história de Brumadinho e uns dos poucos sobreviventes.


Imagens mostram trabalhadores correndo em meio a estrondos e uma nuvem de poeira. Na última sexta-feira, a barragem se rompeu liberando um ‘mar de lama’ e causando dezenas de mortes.

O Corpo de bombeiros informou que o local atingido com maior proporção foi no centro administrativo da Vale.

No momento do rompimento, cerca de 300 funcionários estavam no local

Por G1 Minas — Belo Horizonte


Vídeo mostra desespero de funcionários após rompimento da barragem de brumadinho

Vídeo mostra desespero de funcionários após rompimento da barragem da Vale

Um vídeo exibido no MG2 desta quarta-feira (30) registra o momento em que trabalhadores da Vale correm logo depois do rompimento da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na última sexta-feira (25).

Funcionários correm desesperados em meio a estrondos, com uma nuvem de poeira ao fundo.

“Nossa Senhora, caiu tudo!”, diz o autor do vídeo.

Ao fundo, é possível ouvir gritos para todos saírem rapidamente: “Acelera! Acelera!”.SIGA: acompanhe a cobertura completa da tragédia

Quase 100 corpos já foram encontrados na tragédia, e cerca de 250 continuam desaparecidas. As buscas chegam ao sexto dia e têm e conta com o auxílio dos militares de Israel.

COMPARTILHE AGORA!!