Pedófilo pode ser castrado quimicamente após aprovação de nova lei

0
2850
COMPARTILHE AGORA!!

Desde 2007, tramita no Congresso Nacional um projeto de lei para acrescentar ao Código Penal brasileiro a pena de “castração química” a pedófilos condenados que cometeram crimes de estupro e corrupção de menores. Outros projetos de lei também aguardam para uma possivel aprovação

Grandes doses são necessárias para a eficácia em homens. A maioria dos homens recebem de 400mg a 500mg por semana. Em alguns casos, os homens recebem doses orais altas, como 700 mg/dia, e ainda têm excitação e fantasias sexuais.

Com a eleição de Bolsonaro, o assunto voltou a ser discutido no Brasil com mais eficacia no meio politico. A situação tende a mudar neste cenario politico, onde ideais de direita imperam em meio aos politicos e ao que parece um projeto de castração química para pedófilos pode ser aprovado rapidamente. Foram varias as propostas em campanhas.

Segundo Bolsonaro, países como Estados Unidos, Inglaterra, Itália e Polônia têm leis que estabelecem a castração química com resultados positivos. “Tais medidas, por si só, já inibem a ocorrência de crimes do gênero em maior quantidade nesses países”, afirmou. De acordo com ele, há uma tendência mundial de mobilização contra a violência sexual, em especial sobre a reincidência em crimes de estupro.

Penas maiores
O projeto também aumenta as penas para estupro e estupro de menores de 18 anos. Pela proposta, a pena mínima para estupro sobe de 6 para 9 anos; e a máxima vai de 10 para 15 anos.

Nos casos de estupro de adolescente entre 14 e 18 anos, a pena deve variar entre 12 e 18 anos, e não mais de 8 a 12 anos, como atualmente. Para estupro em que a vítima morre, a pena mínima sobe de 12 para 18 anos.

Nos casos de estupro de menor de 14 anos, a pena subirá de 8 a 15 anos para 12 a 22 anos. Se a vítima ficar gravemente ferida, a pena passa de 10 a 20 anos para 15 a 25 anos. Quando a criança ou adolescente morrer, a pena mínima será de 18 e não mais 12 anos.

Aguardaremos anciosos nosso presidente dar seu sim e os deputados e senadores votarem a favor.

Recentemente, uma lei foi aprovada no Cazaquistão em que os pedófilos irão sofrer castração química como pena pelos seus atos. Está para breve o momento em que o primeiro criminoso será castrado quimicamente. O governo aprovou novas leis sobre crimes de pedofilia, e essa é uma das medidas que está gerando controvérsia.

O criminoso, que não foi identificado, é da região do Turquestão. Ele receberá uma injeção que o irá castrar quimicamente, tudo isto sob a supervisão do Ministério da Saúde. Nursultan Nazarbayev, o presidente do Cazaquistão, já financiou 2000 injeções para serem utilizadas nos pedófilos condenados

Controvérsia sobre a castração química

Várias pessoas se perguntam se esse método temporário será eficaz, e se será realmente necessário um investimento tão grande nessas injeções. Entre 2010 e 2014, os casos de pedofilia duplicaram: 1000 por cada ano.

A castração química vai ser feita através de uma substância chamada Cyproterone.

Apesar da controvérsia, vários especialistas e políticos dizem que a castração química é uma alternativa mais eficaz do que métodos de reabilitação. Durante um tempo, os criminosos não sentirão mais desejo libidinoso. As estatísticas indicam que eles ficam menos propensos a cometer outras agressões.

O que você acha sobre o assunto? Compartilhe a sua opinião conosco nos comentários!

COMPARTILHE AGORA!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here