Gloria Perez relembra 26 anos da morte da filha: “Fica a impunidade”

0
162
COMPARTILHE AGORA!!

Gloria Perez usou suas redes sociais, nesta sexta-feira (28), para lamentar os 26 anos da morte da filha, Daniella Perez. A novelista fez um balanço do crime, cometido por Guilherme de Pádua e Paula Nogueira Thomaz, e revelou que não conseguiu superar a dor da perda.

“Quanto mais o tempo passa, mais dói esse dia! Fica a impunidade dos assassinos. Fica a primeira emenda popular da História do Brasil, a lei que introduziu o homicídio qualificado entre os crimes hediondos, através da campanha que, passando de mão em mão, reuniu, em 3 meses apenas, numa época sem internet e sem apoio de nenhum grande órgão da imprensa, o número de assinaturas exigidas pela constituição para fazer passar uma lei proposta pelo povo”, escreveu.

E continuou: “A aprovação pelo senado correu riscos, com senadores bem conhecidos se esgueirando para evitar que desse quorum. Interveio o presidente da casa, Humberto Lucena, que diante da ameaça, lançou mão do recurso de urgência urgentíssima e fez passar o projeto”.

Guilherme, vale destacar, foi condenado a 19 anos de prisão e Paula a 18 anos e 6 meses. Os dois foram soltos após 7 anos de detenção, em 1999. Hoje, o ex-ator é pastor e casado com Juliana de Assis Lacerda.

Para quem não se lembra, Daniella estava no elenco da novela “De Corpo e Alma” (1992), da TV Globo, na ocasião de sua morte. O responsável pelo crime também gravava o folhetim.

COMPARTILHE AGORA!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here